Press "Enter" to skip to content

Operação Ponto Final: promotor suspeito de receber mesada para ajudar empresas de ônibus é preso.

Paula Zanelli

PF prende promotor suspeito de receber mesada para ajudar empresas de ônibus.Flávio Bonazza de Assis foi preso em Copacabana. Defesa nega as acusações.

A Polícia Federal (PF) prendeu nesta segunda-feira (3) em Copacabana, na Zona Sul do Rio, o promotor de Justiça Flávio Bonazza de Assis.

Segundo a polícia, Flávio preso na Operação Ponto Final, um desdobramento da Lava Jato, que buscava desarticular organização criminosa que atuava no setor de transportes urbanos do estado do Rio de Janeiro.

O MP afirma que Bonazza recebia R$ 60 mil de mesada de empresários de ônibus para agir, dentro do MP, em benefício do setor — como arquivar processos.

Bonazza foi um dos cinco denunciados pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) em novembro — na ocasião, a prisão do promotor foi pedida, mas não concedida.

O Ministério Público Federal (MPF) corroborou a denúncia do MPRJ, e nesta segunda o juiz Marcelo Bretas expediu o mandado de prisão contra Bonazza.

Bretas também determinou o arresto de bens de Bonazza no valor de R$ 1,35 milhão.